Pós-treino: Veja 7 alimentos para depois da academia

Para toda e qualquer dúvida, o ideal é procurar o nutricionista

Se você faz de tudo para manter um corpo sarado e saudável certamente busca na alimentação as proteínas necessárias para ajudá-lo nessa tarefa. Depois da academia, alguns alimentos servem para potencializar os resultados e suprir a demanda de nutrientes perdidos com a rotina. Assim, investir no pós-treino é imprescindível.

O erro de muitos atletas é pensar apenas na alimentação que antecede a prática, o que segundo especiais, é uma terrível falha. O corpo precisa se recuperar da forma correta. Vale ressaltar que cada biotipo exige uma dieta especial.

Outro ponto que também deve ser observado é o tipo de treino executado, já que algumas rotinas exigem bem mais condicionamento, o que gera o consumo maior de nutrientes, do que outras.

De olho nos objetivos que você quer alcançar na academia, a alimentação representa muito. Sendo assim, no pós-treino não é difícil que muita gente se questione sobre o alimento ideal para cada tipo de pessoa. Veja mais sobre o assunto a partir de agora!

Durante a atividade física, o corpo solicita um grande número de fibras musculares

Após o exercício, você vai precisar de proteína e carboidrato (Foto: depositphotos)

Alimentos para depois dos exercícios

Pensando em ajudar os adeptos das academias a conquistar seus objetivos quanto ao corpo sarado, o site Active Beat elaborou uma lista com os sete alimentos que são indicados para o pós-treino.

É durante o pós-treino que se consegue ganhar massa muscular ou perder a gordura, segundo explica a nutricionista Izabelle Coe. “Durante a atividade física, o corpo solicita um grande número de fibras musculares e acaba usando a reserva de energia que ele possui”.

Para que tudo fique mais claro, Izabelle afirma: “Após o exercício você vai precisar de dois macronutrientes importantíssimos para reparo, regeneração muscular e fonte de energia. Sendo assim, você vai precisar de proteína e carboidrato”.

Veja também15 dicas para você incorporar hábitos fitness na sua vida

É importante lembrar que não existe uma fórmula alimentar única, cada paciente funciona de uma forma diferente e possui suas próprias necessidades. Por isso, o ideal é procurar o nutricionista.

Aveia

A aveia é um carboidrato complexo que possui lá suas particularidades quando ingerida após a rotina de exercícios. Ela demora várias horas para ser digerida pelo corpo, sendo assim, a aveia irá mantê-lo cheio e energizado por mais tempo do que muitos outros alimentos.

Dependendo do horário que se vai para academia – pela manhã – a aveia funciona como um perfeito alimento pós-treino, já que pode ser combinada com frutas ou então com leite ou iogurte.

Água

Parece bem clichê, mas a ingestão de água ao longo de todo o dia é muito importante para o bom funcionamento do corpo. No que diz respeito ao pós-treino, o líquido, que é o mais consumido ao redor do mundo, ajuda em muitos pontos.

Entre os principais, ele repõe o líquido perdido através do suor ao longo da realização das atividades, deixando o corpo hidratado. Isso elimina a sensação de cansaço e a dor nos músculos causada pelo estresse dos exercícios.

A hidratação no pós-treino é tão importante quanto a que deve ser feita durante os exercícios. As duas primeiras horas após o treino são significativas para a absorção de líquidos. Isso faz com que o volume de plasma do sangue seja aumentado.

Só para ter ideia do quanto a água é importante para o bom funcionamento do organismo, o corpo humano possui cerca de 65% de água em homens adultos e 60% em mulheres adultas. Dessa forma, cerca de 75% do peso de um músculo é composto por água; 95% do sangue é água; a gordura corporal 14% e o tecido ósseo 22%.

Veja também: Receitinha fitness: panqueca sem glúten e com carne vegetal

Batatas

Dependendo da intensidade do exercício físico realizado, o corpo consome uma grande quantidade de glicogênio. Dessa forma, para repor essa substância, o ideal é consumir carboidratos. Nesse meio, as batatas aparecem como o principal alimento.

“A batata tem um índice glicêmico mais baixo, o que faz com que a energia seja mantida de forma gradativa, evitando os picos, sobretudo depois da alimentação. Isso possibilita que a gordura consiga ser metabolizada de forma mais rápida”, enfatiza a nutricionista.

Independente da variedade, a batata é um alimento que possui muitas outras propriedades, além de ser bem fácil de ser preparada.

Manteiga de amendoim

A manteiga de amendoim é considerada uma fonte relativamente boa de gorduras e proteínas para o corpo. Isso vale principalmente para as pessoas que estão em busca da hipertrofia na academia.

Por se tratar de um alimento simples que possibilita várias combinações saudáveis, ele pode ser inserido no lanche pós-treino sem nenhuma dificuldade. Uma dessas combinações vem com algumas frutas.

Ovos

Quando se pensa em alimentação e treino de academia um dos alimentos que logo vem à cabeça é o ovo. No que diz respeito ao pós-treino, o ovo é considerado uma rica fonte de proteínas e gorduras boas.

Para obter todas os benefícios desse alimento, a parte mais consumida ou indicada ao consumo é a clara. No pós-treino, após aquela rotina pesada de exercícios, nada melhor para o corpo do que o ovo.

Veja também: 4 exercícios para deixar sua barriga definida rapidamente

Peito de frango

O alimento é uma fonte saudável de proteína que ajuda na reposição do que o corpo eliminou depois da academia. Porém, é preciso tomar alguns cuidados quanto ao preparo do ingrediente. Nesse caso, o óleo não é indicado. Para conservar o lado saudável do peito de frango, a melhor forma de prepará-lo é grelhado.

Para combinar o peito de frango e torná-lo perfeito para o pós-treino, você pode abusar dos vegetais e também da batata. Lembrando que cada tipo de rotina de exercícios implica em uma quantidade específica do ingrediente.

“A atividade muscular, seja ela qual for, causa danos aos tecidos musculares. Para que isso não aconteça, você precisa entrar em um estado anabólico, onde você faça a reparação dessas fibras musculares perdidas, principalmente se o objetivo for ganhar massa muscular”, explica Izabelle.

Salmão

Por ser um tipo de proteína relativamente leve, com elevado índice de gorduras saudáveis, ômega 3 e ácidos graxos, o salmão é um ingrediente que pode ser inserido na rotina alimentar pós-treino sem nenhum prejuízo. Ele melhora o funcionamento do coração e do cérebro, além de ser bastante fácil de ser encontrado e preparado.